Descrição do Blogue

Este blogue permite visualizar trabalhos realizados pelos alunos nas disciplinas de Educação Visual, Educação Tecnológica, Artes Visuais e na área de Expressão Plástica, no âmbito dos conteúdos abordados ao longo das unidades didáticas. Foi criado com o objetivo de cultivar nos alunos o gosto pela expressão artística, motivá-los para a realização das atividades através da linguagem plástica e visual e promover o seu sucesso escolar.

quarta-feira, 1 de setembro de 2021

"Serralves em LUZ"

Queridos alunos, um novo ano letivo aproxima-se a passos largos, sejam muito bem-vindos!

Serralves em LUZ” é o título de uma grande exposição que visitei durante as férias de verão. Vou partilhar convosco várias imagens desta experiência artística incrível.

O Serralves em Luz, transforma pela primeira vez todo Parque de Serralves numa impactante exposição de luz, proporcionando a fruição noturna deste magnífico espaço através de uma experiência surpreendente.

Clicar aqui Roteiro da exposição

Com desenho de luz de Nuno Maya em articulação com a equipa do Parque de Serralves, esta grande exposição ao ar livre apresenta-se uma enorme dinâmica de luz e cor, criando uma atmosfera mágica que se estende a todo o Parque de Serralves, dando a descobrir deslumbrantes novas perspetivas em torno deste notável património natural e arquitetónico. 

 Percurso Recomendado

 

Pontos de interesse 

- A Iluminação do gradeamento, muro e vegetação marca a entrada do Parque com uma palete de cores inspirada na Casa de Serralves e nas suas fontes.

- A luz branca transporta todas as cores.

- O parque visitado à noite mostra-nos os tons quentes da luz do sol e as sombras das árvores que ainda perduram do dia. Aqui a sombra é protagonista.

- O bosque ganha uma dimensão onírica onde as cores do Parque diurno pintam as árvores ao cair da noite.


- Realce da arquitetura da Casa de Serralves com um contraste entre o exterior rosa e a iluminação interior.

- Nesta grande área descoberta, somos convidados a olhar o céu e percecionar alguns efeitos atmosféricos lumínicos.


- Caminho de acesso à Alameda dos Liquidâmbares iluminado com as tonalidades de efeitos atmosféricos lumínicos.

"O vórtex curioso", escultura de Olafur Eliasson, 2019

The curiouse vortex

- Este conjunto magnífico de 33 imponentes liquidâmbares vão-se transformando ao longo das 4 estações do ano com alterações de cor, textura, ambiente e temperatura.


- Continuação da iluminação da Casa através do realce da sua arquitetura através de um contraste entre o exterior rosa e o interior azul-esverdeado das fontes de água do Parterre Central.

 "Maman", escultura de Louise Bourgeous

- O realce do elemento água é trabalhado com a iluminação subaquática das fontes,...

- Uma iluminação clássica em tons aquosos tinge as árvores...

- Os tons aquosos continuam na direção descendente ao que seria o percurso natural da água, acompanhando a arquitetura e desnível das escadas que vão dar ao lago.

- Chega a vez do elemento lua banhar de luz as copas das árvores, enquanto projeta as suas sombras para a parte inferior do parque.

- Caminhando pelo Treetop Walk ao nível da copa das árvores, o espectador aproxima-se da lua que se materializa aqui em 5 pontos distintos com diversos tamanhos, criando diferentes relações de escala e iluminação desde as copas das árvores até ao chão.


- Como que um campo florido que se ilumina durante a noite, mais de mil pequenas luzes LED de baixo consumo são filtradas pelas cores das flores e brilham de forma colorida e subtil.



 - As Ginko Biloba são iluminadas de forma dinâmica e sequencial, iniciando no verde-claro das folhas da primavera, passando pelo característico amarelo-dourado das folhas no início do outono...

 
 
...realçam-se na escuridão, milhares de luzinhas amarelo-esverdeadas que piscam e voam..., como pirilampos a voar por todo o espaço.

- Através da projeção vídeo em alta resolução, luminosidade e dimensão, os elementos vegetais do Parque são animados de forma poética e contemplativa, salientando a riqueza estética, cromática e textura de cada elemento.

- O imponente pinheiro manso é evidenciado na escuridão da sua área envolvente.


- Um espaço amplo que convida ao descanso e ao lazer. 

 
- Em comunhão com a iluminação dos Castanheiros-da-Índia Nascente, esta iluminação clássica em tons aquosos tinge as árvores do percurso inclusivo e faz de fundo da água pálida a complementar a vista do Parterre Central.


 Escultura "Espelho do céu" de Anish Kapoor, 2018
 
Sky Mirror


- Instalação luminosa imersiva a 360 graus, com variação de intensidades luminosas de forma dinâmica nas várias camadas da vegetação, mudando a perceção da volumetria e do espaço. 


- As formas arquitetónicas lineares desta estrutura edificada no Parque são evidenciadas pelas linhas retas de luz que desenham os limites interiores do alpendre e jogam de forma dinâmica com a perspetiva da passagem. 



- A instalação é atravessada pelo público que a pode experienciar de múltiplos pontos de vista.


- É criado um forte contraste com todos os elementos naturais do parque e iluminações orgânicas utilizadas ao longo do percurso.
 
Terminado o percurso noturno, desvendam-se novamente as cores do parque diurno que pintam a envolvente vegetal. A iluminação do gradeamento art-deco em contraste com a vegetação, marca a saída do Parque com a palete de cores inspirada na Casa de Serralves e nas suas fontes.
 

Fonte de informação: Folheto "Grande Exposição no Parque - Serralves em Luz"

Esta exposição encontra-se a decorrer desde o dia 29 de julho e estará patente até ao dia 17 de outubro, no Parque de Serralves, na cidade do Porto.

Espero que este registo tenha sido do vosso agrado e, se puderem, apreciem o espetáculo in loco!
 
Já sabem, podem dar a vossa opinião fazendo um comentário. Até breve!